Assembleia Legislativa aprova projeto que denomina de “Luzair Costa” a Unidade de Oncologia

 

A Assembleia Legislativa, por unanimidade, aprovou o projeto de lei nº 003/2017 de autoria do deputado Pedro DaLua, que Denomina “Luzair Costa” a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacom). O projeto segue para sanção ou veto do governador.

 

Luzair Costa faleceu em 1º de setembro de 2016 aos 74 anos e vinha lutando há vários meses contra um câncer que iniciou no pâncreas. A doença só foi detectada no ano passado, o que retardou o tratamento. Ela fez o tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e foi paciente da Unacom, que passará a receber seu nome.

 

O relator do projeto foi o deputado Dr. Furlan. Na Justificativa, DaLua defendeu que várias unidades homenageiam profissionais de saúde mas poucos são os pacientes que emprestam seus nomes a estes espaços. Em seu relatório o Dr. Furlan destacou que “a homenageada possuiu uma conduta honrada, com um currículos de extensas experiências em busca de um atendimento humanizado”.

 

Biografia

Luzair Maria Nascimento da Costa nasceu em 11 de janeiro de 1942 na cidade de Afuá, Estado do Pará. Desde cedo, passou a ajudar os pais, Jerônimo Ferreira e Maria Nascimento, nas atividades extrativistas, pesca, plantio e no cuidado dos irmãos menores.

 

Ainda adolescente, conheceu o companheiro Heráclito Mendes da Costa, com quem foi casada por 54 anos. No final dos anos 1960, ela veio para Macapá com o esposo e os filhos Lucivaldo, Ronaldo e o pequeno Heraldo. Na capital amapaense, nasceram Leidelene, Edinaldo, Lenildo, Elienaldo, Renivaldo, Renilda e Heráclito Júnior.

 

“Nos anos 60 muitos de nossa família vieram para Macapá. A vida ribeirinha, mesmo cativante, era difícil, e nossos pais buscavam a oportunidade de dar formação e mais qualidade de vida aos filhos”, relata a juíza Eliana Nunes Pingarilho, sobrinha e filha de Manoel Nascimento, irmão de dona Luzair.

 

Em Macapá, a família desenvolveu durante muitos anos o comércio de madeiras e de lá garantiu o sustento e a formação dos 10 filhos. Dona Luzair sempre se orgulhava disso e do fato de filhos e netos terem conseguido lugar de destaque na vida pública.

 

Evangélica desde os 17 anos, era membro há mais de 50 anos da Igreja Assembleia de Deus. Ela e o marido ajudaram na construção de diversos templos. O sonho dela era ver a catedral da denominação religiosa ser concluída. Ela vinha ajudando na obra. Não conseguiu…

 

 

Gabinete do Deputado Pedro DaLua

Assessoria de Comunicação Social