Aprovada a PEC da CEA

Em sessão extraordinária na quarta-feira, 3, no plenário da Assembleia Legislativa foi aprovada em 2º turno, por unanimidade a Proposta de Emenda à Constituição 001/17 (PEC) estadual que absorve os servidores da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) ameaçados de demissão com a privatização da estatal, processo previsto para ocorrer ainda este ano.

Com a aprovação, a proposta segue para a sanção promulgação na Alap. De acordo com o presidente do Sindicato dos Urbanitários, Audrey Cardoso, a PEC estadual vai garantir que os 361 concursados de 2007 – ano do último certame de admissão da companhia – migrem para o quadro efetivo de pessoal do Estado.

  • Embora imaginem que a CEA vai ser privatizada, não vai, não. Vai ser apenas sucateada. Vai virar uma empresa sem prédios, sem rede de distribuição e sem concessão. Mas vai continuar existindo, agora também sem funcionários, já que vão para o Estado.
    Essa Sociedade Anonima, criada à luz da Lei n° 2.740 de 02 de março de 1956, e gerida sob o signo da Lei n o 6.404, de 15 de dezembro de 1976, vai continuar a existir, apenas com seu passivo monstruoso, amparado pelo braço do governo do estado. Lamentável.

Deixe uma resposta para Zema Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *