Agentes penitenciários recebem treinamento para manusearem tornozeleiras eletrônicas

 

Iniciou nesta segunda-feira, 3, nas dependências do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap), em Macapá, o curso de Capacitação para Monitoramento Eletrônico voltado para 11 agentes penitenciários.

O curso acontece até o dia 7 de dezembro e está sendo ministrado pela empresa UE Brasil Tecnologia LTDA, que venceu licitação, em agosto deste ano, para fornecimento de tornozeleiras eletrônicas para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).


Durante o treinamento, os agentes receberão informações básicas sobre software, hardware e do funcionamento das tornozeleiras. Os servidores aprenderão a instalar e desinstalar os equipamentos e monitorar os apenados com esses materiais. O curso consta, ainda, de noções de gestão, legislação, atividades de serviços sociais e prática sobre os equipamentos.


“Ainda no mês de dezembro, o Amapá terá presos monitorados por tornozeleiras eletrônicas”, afirmou o diretor-presidente do Iapen, Lucivaldo Monteiro.
O instituto deverá instalar cerca de 1.300 tornozeleiras em apenados até 2019. O uso dos equipamentos será destinado a 50% de detentos do regime semiaberto e 50% por determinação judicial, em audiência de custódia. Nesse último caso, o equipamento será usado em presos que cometeram algum crime que permita ser aplicada medida cautelar para crimes de menor potencial ofensivo.