A bela Faveira da Iracema Carvão Nunes pode ser derrubada. Laudo que pode salvar a árvore será apresentado amanhã em audiência na Justiça

A Faveira, árvore de grande porte avenida Iracema Carvão Nunez, pode ser derrubada por decisão do juiz federal João Bosco, com ação interposta pela Procuradoria Nacional da Fazenda, em que ele deu decisão favorável à derrubada.

Governo do estado e Prefeitura de Macapá tentam salvar a bela árvore, que inclusive foi tombada pelo então governador Aníbal Barcellos “Como árvore imune à corte”.

O prefeito de Macapá, Clécio Luís ,  contratou  uma empresa especializada em avaliação de árvores, que através de um laudo recomendou a poda da Faveira e não sua derrubada.

Daí a Procuradoria do Município solicitou ao Juiz uma nova avaliação. E a audiência ocorre nesta quinta-feira, 16.05, as 15 horas na Justiça Federal, com a presença do técnico que elaborou o laudo.

Apesar da árvore “ser do estado” que a tombou, a Prefeitura quer realizar as intervenções orientadas pelo laudo e preservar a árvore que enfeita, refresca e dá sombra a umas das áreas nobres da cidade, que é a avenida Iracema Carvão Nunes.

O Instituto Memorial Amapá, que trabalha pela preservação do patrimônio do Estado e ambientalistas estão mobilizados em defesa da Faveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *